30 de junho, 2019

|

por: camila

|

Categorias: Imprensa

Quer negociar Bitcoin em corretoras? Melhor tomar cuidado

As corretoras são uma boa opção para quem quer negociar pequenas e médias quantias de Bitcoins.

Entretanto, quando a quantidade a ser negociada aumenta, as corretoras passam a apresentar problemas de liquidez no livro de ofertas, o que se torna uma grande desvantagem para quem quer negociar um volume maior.

Essa dificuldade pode ser observada quando se constata movimentações abruptas de preço nas corretoras. Uma dessas movimentações aconteceu recentemente na Foxbit.

Um usuário provocou uma queda abrupta no preço em uma corretora brasileira ao tentar vender 80 Bitcoins direto pelo livro de ofertas. O preço caiu de R$ 50.000 para R$ 32.000, o que representa uma variação negativa de 36%. Mas como isso aconteceu?

A resposta é simples: livro de ofertas sem liquidez e profundidade. Essas movimentações de preço acontecem quando não existem Bitcoins suficientes para atender a um grande volume, de forma que uma única ordem de venda se torna capaz de provocar uma grande variação nos preços dentro da corretora.

Danos da falta de liquidez

Esse usuário em questão efetuou uma ordem para vender a mercado, que é um tipo de ordem que executa as ordens passivas que estão no livro de ofertas.

Como o livro estava sem liquidez e profundidade, a ordem a mercado foi executando todas as ofertas até alcançar as piores, chegando até R$ 32.000. Isso pode ser observado no gráfico abaixo:

Fonte: TradingView

Essa operação equivocada resultou em grande prejuízo para o vendedor, porque ele vendeu seus Bitcoins a um preço muito abaixo do que estava sendo negociado no mercado.

Infelizmente, esse tipo de erro ainda é muito comum, muitas pessoas do mercado ainda não entendem o funcionamento do livro de ofertas e das ordens de negociação. Vale lembrar que essa grande variação de preços já aconteceu até na Coinbase Pro, que é uma das maiores corretoras do mundo.

Naquela ocasião, uma ordem milionária provocou um “flash crash” e o preço do Ethereum caiu de US$ 95 para US$ 13, essa variação representou uma queda de 630% em apenas alguns segundos.

Fonte: Gdax, hoje Coinbase Pro.

No entanto, o mercado na Coinbase rapidamente absorveu a ordem de venda e os preços retornaram ao normal poucos segundos depois, deixando o vendedor no prejuízo, porque seu preço médio provavelmente ficou muito abaixo do que ele esperava.

Leia também:

Não vale a pena comprar Bitcoin em corretoras. Compre no OTC.

A vantagem do mercado OTC

Se você opera grandes volumes, tome cuidado ao tentar realizar uma grande compra ou venda nas corretoras brasileiras, porque elas podem não contar com a liquidez necessária no momento para atender sua ordem de negociação no momento. Isso pode tornar a negociação mais cara e mais demorada.

Vale lembrar que o volume total negociado em 24h não é igual ao volume que está presente no livro de ofertas. Por essa razão, pode ser arriscado negociar grandes volumes em corretoras, porque ela pode ter baixa liquidez no momento, o que pode causar prejuízo na operação.

Para negociar grandes volumes, é recomendado procurar uma mesa OTC, que é a opção mais adequada para atender a essa demanda. As negociações ocorrem rapidamente, com cotação travada e comunicação direta entre ambas partes, o que diminui o risco da negociação.

As negociações em mesas OTC ainda são pouco conhecidas pela maior parte do público geral.

Contudo, a maior parte de investidores institucionais, traders, arbitradores e investidores profissionais já utiliza mesas de operações por conta das vantagens oferecidas, especialmente cotação atrativa e agilidade de atendimento.

No Brasil é possível começar a negociar a partir de 0,5 BTC para venda e 0,8 BTC para compra na Nox Bitcoin. Caso tenha interesse, confira nossas cotações e entre em contato. Todas as negociações ocorrem com um canal de comunicação exclusivo entre a empresa e o cliente.

Publicado originalmente em Live Coins.