Investidores americanos iniciam o mês de abril otimistas

Investidores americanos iniciam o mês de abril otimistas

A megaproposta para investimentos em infraestrutura revelada pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, avaliada em US$ 2,2 trilhões, com foco em ajudar o país a enfrentar os impactos da pandemia do coronavírus na economia e a próxima temporada de balanços corporativos traz mais ânimo aos investidores, criando uma visão sobre a permanência de um rali que chegou a levar as ações americanas a níveis históricos.

Biden e o megapacote de estímulos

O Governo americano investirá cerca de 1% do PIB por ano ao longo de oito anos para atualizar a infraestrutura do país, revitalizar a manufatura, investir em pesquisa básica e ciência, fortalecer cadeias de abastecimento e solidificar nossa infraestrutura de atendimento. 

Segundo Biden, para financiar o projeto, a intenção é elevar o imposto sobre empresas dos atuais 21% para 28%.

Além da elevação de impostos, que será a principal fonte de recursos, o democrata também adotará medidas destinadas a impedir o offshoring de lucros, ou seja, o deslocamento dos lucros para outros países, incentivando as empresas a manterem suas operações nos Estados Unidos e, consequentemente, elevando a arrecadação em território nacional.

Resultados das empresas são os mais esperados 

Os resultados das empresas americanas, que serão disponibilizados em meados de abril, encontram-se em foco pelos Investidores. Muitos esperam um  sinal positivo inicial do desempenho das empresas um ano após o início da pandemia

O mercado espera que as medidas de estímulo sem precedentes dos EUA e o extenso programa de vacinações contra Covid-19 estimulem a recuperação econômica, fazendo com que as empresas consigam superar as estimativas dos analistas, tanto em vendas quanto em lucro por ação.

Antecipando o possível  movimento de mercado, que pode possibilitar a contínua alta no preço das ações neste mês, os investidores fizeram com que o índice S&P 500 superasse os 4 mil pela primeira vez na quinta-feira (01), quando fechou em alta de 1,18%, aos 4.019,87 pontos, estendendo o ganho do índice para quase 80% desde as mínimas de março de 2020.

No entanto, a retomada da economia americana e a aceleração da campanha de vacinação contra o coronavírus, emite um alerta vermelho para um movimento que pode criar um preocupante aumento nos rendimentos dos títulos americanos, ligados diretamente ao risco de inflação

Além disso, podem ocorrer bolsões de volatilidade do mercado, com o potencial de expor investidores a perdas rápidas e severas e de minar a confiança do mercado, como nos casos que já vimos por aqui,  com movimentação frenéticas nas ações da GameStop e o colapso do altamente alavancado da Archegos Capital.

Em suma, investidores de todo o mundo tem migrado seus recursos para os Estados Unidos simplesmente porque a economia americana é a maior do mundo, tem se mostrado muito eficiente na vacinação e está caminhando para sua total reestruturação.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts