Home office é afetado por conta da nova bandeira tarifária

Home office é afetado por conta da nova bandeira tarifária

Um estudo recente da Fundação Getúlio Vargas (FGV), analisou que os gastos com home office irão aumentar no Brasil por conta do aumento da conta de luz, já anunciado pela Aneel e que deverá durar até abril de 2022.

Esse aumento pode ser bastante significativo para esse grupo, com um aumento de até 25% na conta de luz. A partir de agora, a cada 100 quilowatts gastos será dado um adicional de R$ 14,20, um aumento bem mais expressivo em comparação à bandeira vermelha.

De acordo com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, somente nos seis primeiros meses do ano, a alta da conta de luz foi de 7,6% no país, quando comparado com o mesmo período em 2020.

Consumidor precisará ficar atento à conta de luz

A dica é para que o consumidor fique atento com os novos detalhes da conta de luz, focando no seu padrão de consumo e que os principais equipamentos acabam gastando energia elétrica, que vão desde o ar-condicionado, computadores, chuveiros e o forro de passar.

De acordo com a equipe da FGV, é preciso analisar os equipamentos que serão utilizados na sua casa e também conferir quais podem ser reduzidos para que o custo no seu bolso seja menor no final do mês.

Os aumentos no consumo e na conta de energia vão depender do número de pessoas que moram em sua casa e também na rotina de trabalho que cada pessoa tem, porém é provável que as despesas familiares aumentem pelo menos 35% com o aumento da conta de energia elétrica.

Home office não deve ser abandonado mesmo com adversidades

O Brasil está passando por um momento financeiro complicado, porém essa não é a primeira crise e provavelmente nem será a última. A inflação não atinge apenas quem está trabalhando com home office, mas de todos os setores da economia privada e por conta disso, não pense em abandonar o home office se ele está sendo lucrativo.

A primeira grande vantagem que as empresas perceberam é que com o novo regime foi possível encontrar profissionais em busca de melhores salários e que inclusive conseguiram oferecer menores preços e benefícios fiscais às organizações.

Outro benefício é que os trabalhadores também puderam otimizar as suas atividades, definindo por sua conta um cronograma, algo que dificilmente acontecia em uma empresa no regime tradicional de emprego.

Entenda como funciona o Auxílio Home Office

Com a flexibilização do trabalho por conta da pandemia, foi criado o Auxílio Home Office. A Lei do Governo foi liberada com o intuito de ajudar os trabalhadores nessa nova adaptação de seus serviços, considerando que muitas empresas deixaram de ter custos com água, luz e vales-alimentação, pagando de outra forma o Auxílio aos funcionários.

Foi nesse raciocínio que surgiu o Auxílio Home Office, que pretende cobrir de forma proporcional os custos extras e viabilizar de forma justa o desempenho de trabalho em residências de funcionários, ajudando a todos e viabilizando esse modelo que provavelmente veio para ficar.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts