DEX tem ritmo de crescimento acelerado em detrimento a exchanges centralizadas

DEX tem ritmo de crescimento acelerado em detrimento a exchanges centralizadas

As exchanges centralizadas ao redor no mundo seguem com uma boa vantagem, como o exemplo de Binance que conta atualmente 171 milhões de usuários, e de acordo com alguns dados da Chain Analysis. Os dados apontam que o número de exchanges descentralizadas (DEXs) já dobrou entre o primeiro trimestre de 2019 e o terceiro trimestre de 2021, sendo que a quantidade de exchanges centralizadas não aumentou.

De acordo com esses dados, o número de exchanges centralizadas entre o primeiro trimestre de 2019 e o terceiro trimestre de 2021 já aumentou mais de 100%, chegando ao número de 205 neste ano. Em comparação, o número de exchanges centralizadas é mais baixo, com 100.

Número de exchanges ativas não é o único para julgar a saúde do mercado

Ainda segundo o relatório da Chain Analysis, o número de exchanges ativas em cada categoria não é o único para julgar o grau de saúde dessas categorias. As empresas de criptomoedas não estão buscando simplesmente sobreviver, sendo que elas precisam aumentar a sua base de usuários e volume de transações para terem lucro.

A Chain Analysis também enfatizou a grande popularidade das exchanges centralizadas nos últimos anos, o que coincide com o grande momento que as finanças descentralizadas estão passando, sobretudo com o sucesso de gamecoins como Axie Infinity e NFTs.

O valor total recebido pelas exchanges centralizadas cresceu de cerca de US$ 10 bilhões em julho de 2020 para chegar a um pico de US$ 368 bilhões em maio de 2021, o que marca um aumento de 3.579%.

Binance ainda é vista como um cachorro grande

Apesar de toda a perseguição dos órgãos reguladores ao redor do mundo nos últimos meses, os dados da pesquisa mostram que a Binance ainda domina o mercado em relação aos seus concorrentes.

Outras pesquisas relevantes como da Similar Web, apontam que a Binance teve o maior volume de negociações de todas as exchanges no último mês, com um total de 171 milhões de visitas, representando um crescimento de 12% em relação ao período anterior.

Logo após da Binance, aparece a Coinbase, que teve 91 milhões de visitas no último mês e dessa forma está com um aumento de 31% de tráfego em comparação ao mês anterior. Vale lembrar que nos Estados Unidos, mesmo com a influência da Binance, a Coinbase é a maior corretora dos norte-americanos.

Uma DEX completando o pódio

Para completar o pódio, a PancakeSwap é a mais bem posicionada entre as exchanges centralizadas. Com 25 milhões de usuários, ela opera na Binance Smart Chain e teve um aumento de 14% no último mês. A ByBit após realizar intensas campanhas de marketing, aparece na quarta posição.

Os dados da CoinGecko indicam que a Binance ainda está bem a frente dos seus concorrentes em termos de volume de negociação, sendo que a plataforma registrou mais de US$ 33,3 bilhões negociados nas últimas 24 horas. O número é cinco vezes maior do que a segunda colocada Coinbase, que registrou US$ 6,6 bilhões em volume. 

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts