Como identificar uma reversão de tendência?

Qualquer investidor ou trader de ativos de renda variável busca por um mesmo objetivo para conseguir bons ganhos: vender quando os ativos estão com preço mais alto e comprá-los quando estão considerados em baixa. Para isso é essencial entender quando haverá uma reverão de tendência.

Essa estratégia é soberana para qualquer tipo de investidor, seja este com perfil de operações a curto, médio ou até mesmo longo prazo. Obviamente que saber o momento exato que um ativo está mais caro ou mais barato é bastante relativo e não é tão simples quanto se pensa.

Só porque um ativo está com seu preço caindo há algum tempo ou até mesmo subindo, não significa que este vai necessariamente se comportar de maneira semelhante em qualquer momento futuro.

E é por isso que é tão importante localizar os momentos de reversão das cotações dos ativos, que por sua vez, vão nos transmitir oportunidades importantes para compra e venda dos mesmos, que é justamente o que se espera como investidor.

Para isso, é preciso se ter técnicas, através da utilização de indicadores e padrões que construam os estudos necessários que nos demonstrem a maior probabilidade de que um ativo deve cair em seu preço ou subir em algum futuro, seja ele muito próximo ou até mesmo distante.

Estes indicadores e estudos podem ser voltados a diferentes formas de análise, no qual as 3 formas principais de se analisar são pelos indicadores fundamentalistas, mais comumente usados por investimentos a longo prazo no mercado de ações conhecido como Buy and Hold, e também as análises técnica e gráfica.

As análises técnica e gráfica, são por sua vez formas de estudar e tentar prever o comportamento dos ativos em qualquer intervalo de tempo através do comportamento dos preços e sentimentos do mercado, desde que o tempo do gráfico que se está se analisando seja condizente com ele.

Localizando as tendências e a Teoria de Dow

Os estudos de análise gráfica se dão com base na teoria de Dow, que é uma teoria que aborda a movimentação dos preços de ativos e fornece uma base técnica para a análise. Foi formulada por Charles Henry Dow, no ano de 1884 e se tornou a base da Análise Técnica moderna, que ficou também conhecida como grafismo.

A partir daí, as técnicas de tendência e também de reversão que vamos mostrar aqui de uma forma um pouco mais simplificada são condizentes com a teoria de Dow. Mas para conhecer os sinais de reversão é importante entender como localizar as tendências seja ela de baixa ou de alta.

Afinal, a partir do momento que se estabelece uma tendência, devemos assumir que ela vai continuar até que uma reversão seja confirmada, como o próprio Charles Dow deixou claro em suas teorias.

Independente de qual ativo você esteja analisando, os gráficos por si só podem nos dar uma série de pistas que contribuam melhor sobre a continuidade daquela tendência, ou então quando há a maior possibilidade que ela seja interrompida.

Sabemos que num gráfico teórico, algumas vezes é muito mais simples localizar essas tendências do que em um gráfico verdadeiro de um ativo, se movimentando em tempo real. Porém, o conjunto de alguns sinais podem nos sinalizar de forma mais simples esses momentos em que está ocorrendo essas reversões.

Mas nesse momento é preciso calma e controle emocional e do método para continuar segui-las. Para entender melhor como isso funciona vejamos o gráfico a seguir: 

reversão de tendência

Para localizar a tendência ao qual se está analisando, fica fácil observar neste caso que se trata de uma tendência de baixa. Mas por quê? Justamente por conta da presença de topos e fundos descendentes, que estão circulados no gráfico.

Como podemos observar, a demonstração de topos e fundos é facilmente visualizada dentro deste gráfico, mas se o comportamento dele estivesse voltado para uma tendência lateral, ou seja, com o gráfico “andando de lado”, fica um pouco mais difícil de se observar e prever alguns padrões de tendência, embora eles não possam ser ignorados, como vamos ver daqui para frente.

Topos e fundos são descendentes por conta desses topos estarem atingindo patamares cada vez menores ao decorrer do tempo em que o gráfico se desenvolve, ao passo que os fundos também estão atingindo níveis cada vez mais baixos de precificação do ativo, cada vez que estes se intercalam. Vejamos agora o gráfico a seguir: 

topos e fundos ascendentes

Num gráfico que se configura desta forma, os topos e fundos são ascendentes, ou seja, tanto os topos acabam atingindo patamares maiores com o passar do tempo como também os fundos, nos demonstrando então uma tendência de alta. 

Essa forma é a mais simples que podemos usar para localizar as tendências que o gráfico está se comportando, porém, é preciso ficar atento em relação ao tempo-gráfico que se está utilizando, já que ele precisa estar alinhado à estratégia do investidor.

Os principais sinais de reversão de tendência de forma simplificada

Sabendo-se localizar essas tendências, é a partir daí que começamos a tentar identificar as reversões das mesmas. O primeiro sinal de reversão que vamos citar aqui é justamente a diminuição das distâncias entre topos e fundos.

Sendo assim, percebe-se que os topos e fundos está ficando mais próxima entre si, de modo que se espere que em algum momento eles até possam inexistir e o gráfico lateralizar.

Não necessariamente isso vai ocorrer, mas a percepção de padronização da tendência nos dá esta impressão, o que, na verdade, nos indica um dos sinais de reversão da tendência seguida até aquele momento, no qual se diminui os spreads em intervalos de tempo específicos de análise.

ouro

Perceba, por exemplo, neste gráfico da cotação do ouro em dólar, que após uma tendência de alta no qual se apresentava gaps mais altos de subida do gráfico, essa diminuição na volatilidade do preço fez o gráfico se lateralizar, e após isso, revertesse sua tendência para baixa.

Vale ressaltar que nesse caso a mudança de tendência foi confirmada pelo rompimento do nível de suporte, justamente onde o preço se lateraliza. Essa observação final de confirmação da reversão é sempre importante seja qual for o sinal que se esteja analisando.

Outro sinal de reversão é justamente os falsos rompimentos. Observe o gráfico a seguir:

reversão de tendência

Perceba que o gráfico naquele ponto estava em uma tendência de alta e justamente após o rompimento da linha cinza, que era uma região de suporte, o preço não sustentou e voltou para trás desta linha, caracterizando um falso rompimento. 

Após esse falso rompimento é visível a tendência baixista que se construiu, apontado por uma sequência de candles de baixa, que são nesse caso os de cor laranja, mostrando novamente uma reversão de tendência.

Nesse caso o que poderia acontecer também é uma lateralização do mercado, desse modo, é preciso ficar atento a continuidade deste gráfico. O que se sabe, porém, é que a possibilidade maior é de que a tendência de alta que havia anteriormente não continue.

Entrando um pouco agora no uso de indicadores, é importante prestar atenção no uso de uma média móvel. Ela vai medir a média de preço dos últimos 100 períodos, de modo que preços acima da linha da média móvel devem simbolizar tendência de alta.

Do mesmo modo, preços abaixo das médias móveis podem nos mostrar uma tendência de baixa. Quando os preços ficam alternando de forma rápida sobre o preço da média móvel, acima e abaixo, é um sinal importante que nos diz uma possível reversão de tendência. Esse sinal é visto principalmente quando analisamos o gráfico através de time frames mais curtos.

Perceba que o acompanhamento sucessivo do gráfico com a média móvel, com variados rompimentos para cima e para baixo de forma alternada sobre ela, reverteram a tendência de alta que estava sendo vista anteriormente.

Antes da reversão, vejamos que os preços se lateralizaram por um período, de modo que, na verdade, esse tipo de sinal diz quanto o mercado para aquele ativo está perdendo força, e por isso, tem a possibilidade de uma reversão.

Outro sinal muito importante de reversão é o rompimento da linha de tendência que estava sendo realizada anteriormente. Sendo assim, traçando esta linha no gráfico a seguir, vemos claramente um rompimento contrário da tendência de alta que vinha sendo realizada.

gaps

A parte importante de se operar levando em conta este sinal de reversão, é que este só se deve ter uma possibilidade maior de se vender o ativo, caso este confirme o rompimento, desse modo é importante aguardar a conclusão do rompimento de forma um pouco mais visível. Por fim, temos o último sinal de reversão, ao qual veremos no gráfico:

Este sinal seria rompimento da linha de resistência, nesse caso de uma reversão da tendência de baixa. De forma análoga, o rompimento da linha de suporte, se for uma reversão de um movimento de alta também representará uma reversão oposta. Como já dissemos, a entrada na operação só deve ser feita após a confirmação do rompimento.

Conclusão

Os sinais de reversão são muito importantes para criar boas oportunidades de compra e venda em diversos ativos, de forma que os investidores possam operar de forma técnica, seguindo um padrão de estudo, que se seguido à risca, reduz as possibilidades de erro nas operações, embora não sejam ausentes disso.

É muito importante ao trader que está operando entender que não é recomendado se utilizar apenas de um sinal de reversão para realizar uma entrada, muito menos operar antes que o sinal realmente se comprove.

Em estratégias de curto prazo, é necessário estudo para adquirir práticas em se analisar esses gráficos, não por acaso muitos acabam fracassando em suas operações. Sendo assim, é muito importante que se você deseja adquirir consistência e um maior número de acerto nas operações, é muito importante muito estudo e treino.

Logo, também não se recomenda operações de alto risco para traders iniciantes, já que hoje existe a possibilidade de se operar em um simulador antes mesmo de operar em uma conta real com seu próprio dinheiro. Para isso, adquirir controle emocional e um método é algo muito importante para o sucesso de um investidor.

Total
82
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts