83% dos milionarios da geração Y fizeram investimento em criptomoedas

83% dos milionarios da geração Y fizeram investimento em criptomoedas

Uma pesquisa efetuada pela CNBC demonstrou que 83% dos milionários da geração Y, ou seja, nascidos entre 1981 e 1996, dos EUA realizaram investimentos em criptomoedas. Além de tudo, a grande maioria dessa geração não planeja trocar suas criptomoedas tão cedo, muito pelo contrário, o plano dos milionários dessa geração é comprar mais criptoativos.

A diferença entre os investimentos entre a geração X e Y pode estar relacionado ao maior uso da tecnologia, visto que esta última geração está muito mais inclinada a usar criptomoedas, como reserva de valor ou como moeda mesmo.

Além de tudo, outro ponto que pode ter uma importância crucial nesta decisão é a alta inflação dos EUA que já vem atingindo valores que não eram vistos a 40 anos no país. Desta maneira, muitos estão preferindo utilizar uma moeda que tenha um controle fixo em sua oferta, como por exemplo o Bitcoin.

Contraste entre as gerações no contexto de criptomoedas

Além de existir mais millennials milionários e de estarem mais ligados a criptomoedas , como Bitcoin, a pesquisa também aponta que a riqueza de uma parcela grande deles, mais da metade, está concentrada em criptomoedas e não em moedas fiduciarias, como o dólar por exemplo.

Enquanto o portfólio de cerca de 30% dos milionários da geração Y, conhecida como millennials, é composta de pelo menos 74% por criptomoedas, apenas 4% dos milionarios dos baby boomers, que são os nascidos entre 1950-1964, investem nelas, tendo uma participação bem menor em suas carteiras.

Isso mostra um contraste entre as gerações, mostrando que embora as pessoas mais idosas não estejam tão ligadas à tecnologia, as novas gerações serão as que tirarão maior proveito das criptomoedas como o Bitcoin, que não dependem de nenhum governo para manter sua existência.

O que é geração Y

A Geração Y, também conhecida como Millennials, é a geração das pessoas que nasceram entre os anos 80 e início dos 90. Ainda podem ser chamadas de Geração do Milênio ou Geração da Internet, isso porque essa geração foi a primeira a nascer em um mundo totalmente globalizado.

A geração Y é caracterizada por ter nascido e vivido durante um período de muitos avanços tecnológicos, crescimento de diversos países, que acabaram por se tornar potências mundiais.

As crianças da geração Y cresceram tendo acesso ao que muitos de seus pais não tiveram, como por exemplo TV a cabo, videogames, computadores, e muito mais. Por terem esse tipo de contato com a tecnologia, acabaram por ser uma geração muito mais familiarizada com todo tipo de avanço tecnológico, o que influenciou até mesmo no tipo de investimento que a geração faz como mostrado na pesquisa.

Geração Y continuará investindo em criptomoedas

A pesquisa feita pelo CNBC também apontou que apenas 6% destes milionários têm planos de reduzir seus investimentos em criptomoedas. Já os outros 39% pretendem manter as suas posições atuais e 48% dos milionários pretendem comprar ainda mais criptomoedas pelos próximos 12 meses.

Esta mudança para as criptomoedas, que são moedas com oferta limitada pode estar amplamente ligada à alta da inflação dos EUA que atinge proporções não vistas a 40 anos. Com um acumulado de 6,8% nos últimos 12 meses, sendo o índice mais alto desde 1982, época onde os primeiros millennials nasceram

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts