1 milhão de Ethereum foi queimados desde agosto

1 milhão de Ethereum foi queimados desde agosto

Em um post que foi publicado no Twitter nesta última quarta-feira (24) e que chamou bastante a atenção, a empresa de blockchain CryptoRank revelou que mais de 1 milhão de Ethereum (ETH), em um valor de US$ 4,24 bilhões que foi queimado desde a introdução do protocolo EIP-1559 em agosto, que fez parte do Hard Fork London.

O protocolo EIP-1559 teve uma grande importância para a rede Ethereum, reduzindo o custo de taxas que estavam em uma máxima histórica, também modificando o limite da taxa de gás e introduzindo um recurso parecido à outras moedas, como a BNB, onde acontecem queima de tokens que são retirados na própria cadeia blockchain da criptomoeda.

Aplicativos descentralizados são notados pela sua queima de tokens

Os aplicativos descentralizados (dapps), são os responsáveis pela queima de tokens e que inclui tokens não-fungíveis populares, ou NFTs muito populares, como do game Axie Infinity que conquistou o mundo desde 2020 e viu a sua moeda de governança AXS crescer de forma contundente.

Em seguida, também cresceu o número de transações em exchanges centralizadas, como Uniswap, 1inch e SushiSwap, que foram responsáveis pela maior parte da queima de tokens ETH, um processo que busca trazer uma maior escassez a rede da Ethereum.

A Ethereum também é queimada a partir das transferências de stablecoins, como a USDT (Tether) e USDC,  que foram construídas na blockchain da Ethereum. E por último, os usuários da carteira MetaMask também contribuíram para as atividades da rede.

Mais de 7 ETH são queimados a cada minuto

De acordo com dados que foram revelados pela Ultra Sound Money, cerca de 7,67 ETH são queimados a cada minuto, com 11.042 de ETHs que são queimados todos os dias. Considerando as taxas atuais, temos aproximadamente 4 milhões de ETHs que são queimados a cada ano.

A blockchain emite atualmente cerca de 5,4 milhões de ETH por ano. o que mostra que a rede Ethereum ainda estaria sendo inflacionada todo ano. Porém já existem previsões para que isso mude no próximo ano, caso a atualização da Ethereum 2.0 finalmente chegue ao fim e venha ao ar em algum momento no próximo ano.

Quantidade de moedas alocadas em staking

A ideia seria realizar uma transição de rede, que hoje está em consenso de prova de trabalho, e a proposta seria modificar para uma prova de participação, em que as recompensas de staking inclusive seriam muito menores do que as recompensas que hoje são pagas na mineração.

O resultado seria diminuir as taxas de emissão do blockchain e indo muito além da sua taxa de queima de moedas, o que tornaria o sistema deflacionário e poderia aumentar o interesse de novos usuários para investir na Ethereum.

De acordo com a projeção feita pelo Ultra Sound Money, a projeção é que o pico de oferta de Ethereum, chegue a 119,7 milhões de ETH até o final de 2022, antes de que comece a entrar em declínio. 

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts